02 Dec
02Dec

É já a partir deste mês que a marca de lacticínios portuguesa Agros apresenta um rebranding, declarando «a sua paixão pela natureza». Autêntica e fiel às raízes, esta renovada identidade, «que assume com orgulho as vacas como a origem do leite, pretende transmitir essa paixão, refletindo igualmente o compromisso da marca com a tradição, com um modo de produção responsável e com o bem-estar animal», segundo explica Mónica Oliveira, gestora da marca.

A responsável explica ainda que, com mais de 70 anos de existência a «trabalhar com o local, com o vizinho, com o produtor habitual», a Agros apresenta ainda uma nova embalagem para os seus produtos, «mais sustentável e com menor impacto climático». Feitas com 86% de material renovável, de origem vegetal, estas embalagens «permitem uma redução de emissões de CO2 calculada em mais de 515 toneladas por ano – o que corresponde a uma pegada de carbono 22% menor face às embalagens anteriores».

A Agros considera ainda que o seu respeito pela natureza é também demonstrado pelas boas práticas de produção leiteira. Em Janeiro deste ano, a Agros obteve a certificação Welfare, de acordo com o referencial Welfare Quality, que «garante que todos os produtos da gama Agros são feitos com leite proveniente de explorações certificadas, onde os animais têm boa alimentação, bom alojamento, boa saúde e um comportamento apropriado».

De acordo com Mónica Oliveira, «este respeito pelos animais segue em linha com rigorosos critérios de qualidade e segurança alimentar, assegurados por um sistema de rastreabilidade que permite conhecer e seguir o percurso do leite durante todas as etapas de produção e comercialização, desde a origem ao seu consumo».

A gestora da marca acrescenta que querem «que o consumidor saiba que, ao comprar produtos da gama Agros, está a consumir lácteos provenientes de vacas bem tratadas e alimentadas, produzidos com respeito pela natureza, que resultam do saber fazer e da tradição local e garantem um sabor e qualidade inquestionáveis».