Explicações gratuitas online disponíveis para os filhos de profissionais da linha da frente


07 May

Com a mudança do ensino presencial para online, os alunos encontram grandes desafios no processo de aprendizagem. Para os ajudar a ultrapassar essa barreira, surge o projeto Teachers4Covid, uma plataforma pertencente ao movimento tech4COVID19, que disponibiliza explicações online gratuitas aos filhos de todos os que lutam diariamente contra a pandemia. Mais de 180 alunos, do 1º ao 12º ano, estão já a ser acompanhados nas mais diversas disciplinas por 500 voluntários, entre professores, explicadores e estudantes universitários.

Para se candidatarem a este apoio, pais profissionais de saúde, membros das forças de segurança, bombeiros, trabalhadores de super e hipermercados, operários fabris de setores essenciais ou quaisquer outros profissionais envolvidos na luta contra a pandemia, necessitam apenas de efetuar o registo gratuito no site da iniciativa e preencher os dados do seu educando. Nas 48 horas seguintes, ser-lhes-á proposto um voluntário com o perfil adequado às necessidades apresentadas, que acompanhará gratuitamente online o aluno durante o período da pandemia. De forma a selecionar a melhor opção para cada caso, este processo é mediado pela equipa de voluntários do Teachers4Covid, da qual faz parte a equipa fundadora da startup PupilUp.

Os que se quiserem inscrever como voluntários do projeto têm também apenas de se registar na plataforma, mas como explicadores. Depois, é esperar que lhes seja atribuído um aluno, consoante as disciplinas e níveis de ensino que pretendam lecionar.

"Com as mudanças significativas verificadas no ensino, que exigiram uma adaptação rápida de todos os envolvidos, sentimos que os alunos e as suas famílias se sentiram desorientados e precisavam de um complemento às aulas online e à telescola. Com isso em mente, lançámos este movimento solidário como forma de agradecimento a todos aqueles que mantiveram o país a funcionar, não só na área da saúde mas também noutros setores críticos, apoiando os estudos dos seus filhos durante este contexto de pandemia", refere Luís Pereira de Almeida, responsável do projeto e também da startup PupilUp.

Desde o primeiro momento que esta iniciativa contou com apoio da Ordem dos Médicos e da Ordem dos Enfermeiros, que salientaram a importância desta medida para acompanhar os alunos que, de outra forma, não tinham como ter um apoio mais personalizado no seu percurso escolar. Para além das ordens profissionais, o Teachers4Covid contou também com apoio por parte de grandes empresas, como a EDP ou a Sonae, continuando a trabalhar com o objetivo de desenvolver novas parcerias que aumentem a exposição e o apoio a esta iniciativa.

O projeto insere-se no movimento tech4COVID19, que, atualmente, tem em curso cerca de 40 projetos de apoio às mais diversas esferas da população, para ajuda no combate ao COVID-19.