Há cinco erros frequentes ao utilizar máscara. Faz algum deles?


02 Jun

A Direção-Geral da Saúde revela quais são e recorda que "a utilização da máscara deve ser feita em segurança".

A Direção-Geral da Saúde (DGS) revela, esta segunda-feira nas redes sociais, quais os cinco erros mais comuns que podemos cometer quando usamos uma máscara.

A DGS recorda que "para que a máscara tenha o seu efeito deve colocá-la correctamente" e, para tal, mostra como deve fazê-lo.

Há cinco erros que precisa de ter em atenção de forma a estar protegido quando usa um destes equipamentos de proteção:

  • Utilizar abaixo do nariz;
  • Cobrir apenas a ponta do nariz;
  • Deixar o queixo exposto;
  • Utilizar debaixo do queixo;
  • Utilizar com espaços laterais.

A DGS afirma que "o uso adequado das máscaras é uma medida chave para a sua eficácia e segurança" e que tem de se certificar de que esta "cobre completamente o seu rosto, desde a ponta do nariz até ao queixo".

A autoridade acrescenta que deve usar máscaras cirúrgicas ou, em alternativa, uma máscara comunitária certificada: "Se as máscaras forem reutilizáveis, consulte as indicações do fabricante para saber como as deve lavar e desinfetar".