Já existe uma plataforma que ajuda as crianças a aprender a ler


04 Sep

Criada pela start-up Teckies, a ferramenta permite aos alunos com dificuldades de leitura treinarem autonomamente e em casa.
A solução está disponível para escolas, municípios, professores e estudantes de todo o país.

A Beefluent é a nova plataforma de apoio à leitura, lançada pela Teckies, start-up que promove a aproximação das escolas à tecnologia, com o objetivo de apoiar professores e tutores na formação de estudantes de todas as idades. Esta aplicação móvel permite que crianças e jovens aprendam de forma individualizada, mais completa, simples e divertida, onde a constante relação com o professor, mesmo à distância, é o ponto-chave para a sua evolução. Além de ajudar na leitura da língua materna, é também possível aprender outras línguas. Disponível para alunos de todos os ciclos de estudos e com diferentes necessidades, esta ferramenta pode ser utilizada em qualquer dispositivo com acesso a um browser.

A Beefluent permite que os alunos melhorem as suas capacidades de leitura em casa, a partir de um processo intuitivo e interativo. De forma simples, o estudante treina a leitura e dicção com base numa gravação de uma leitura de um texto criado e enviado pelo professor. Para que o formando possa ter feedback do seu desempenho e evolução, basta gravar a sua leitura do mesmo texto e enviar através da plataforma. Assim, todas as interações são realizadas num só sítio e a avaliação é individual.

Apesar de ser uma solução online, a Teckies vê a Beefluent como uma ferramenta que aproxima professores e alunos ao ir além das aulas. “Perante todas as alterações que a situação pandémica veio trazer à educação, como são exemplo as aulas online e o distanciamento, na Teckies, vemos a BeeFluent como uma solução para as atenuar, caso seja necessário, reforçando ainda mais os mecanismos de aprendizagem em casa, através de ferramentas online disponíveis à maioria da população. Esta ferramenta pode ser utilizada em qualquer tipo de ensino, tanto presencial, para fazer tarefas em casa, como num modelo híbrido ou completamente online. No entanto, não queremos substituir nenhum destes tipos de ensino, uma vez que esta ferramenta vem complementar os conhecimentos que as crianças adquirem na escola.”, refere Patrick Götz, fundador e CEO na Teckies.

Com um sistema adaptável e desenhada para ser o mais inclusiva possível, a plataforma pretende também apoiar estudantes com necessidades educativas especiais. Desta forma, o professor pode criar exercícios adequados ao nível de cada aluno e, ao permitir uma avaliação e feedbacks igualmente individualizados, o tutor consegue dar maior atenção a cada pessoa. Sendo a aprendizagem apenas mediada por professores ou explicadores acreditados, é ainda possível aprender idiomas estrangeiros, podendo ser também utilizada por adultos que tenham como objetivo aprender de forma mais autónoma.

Para quem queira adquirir as licenças de utilização da BeeFluent, basta contactar a Teckies através do email contacto.geral@beefluent.eu, estando disponíveis para escolas, municípios, mas também para professores particulares. Os municípios podem obter a licença e disponibilizá-la a todos os alunos das suas escolas. Já as escolas que adiram ao sistema, terão acesso para todos os seus alunos, independentemente do ciclo de estudos que frequentem. Também os professores individualmente podem registar-se e utilizar a plataforma com um limite máximo de cinco alunos. Para assinalar o lançamento, a Teckies já disponibiliza gratuitamente esta ferramenta a dez escolas nacionais.