Uber oferece viagens à Cruz Vermelha para apoio à vacinação


22 Feb
22Feb

A Uber anunciou que vai oferecer cerca de 20 mil viagens para as deslocações das equipas da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) para apoiar a vacinação das forças de segurança em Portugal.

Esta oferta surge no seguimento da Cruz Vermelha Portuguesa ter sido solicitada para apoiar a vacinação anti Covid-19 de agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) e de militares da Guarda Nacional Republicana (GNR).

A Uber vai colaborar com a Cruz Vermelha no plano de vacinação dos agentes das forças de segurança em Portugal. A parceria inclui a oferta de cerca de 20.000 viagens para as deslocações das equipas da Cruz Vermelha para a vacinação dos elementos que todos os dias ajudam a salvar vidas e apoiam no combate à pandemia do coronavírus: Polícia de Segurança Pública (PSP) e Guarda Nacional Republicana (GNR). Esta oferta é financiada pela Uber, garantindo que qualquer viagem seja feita com motoristas parceiros.

«É com muito orgulho que vamos apoiar com o financiamento de 20 mil viagens para Cruz Vermelha, que tem um papel fundamental no apoio ao processo de vacinação. Queremos colocar a nossa tecnologia ao serviço da comunidade numa fase em que a segurança nas deslocações é tão importante», refere Manuel Pina, director-geral da Uber em Portugal.

«Esta parceria é ímpar no seu conceito e de extrema importância para a CVP. Iniciámos, há cerca de uma semana, a primeira fase de vacinação às Forças de Segurança e uma das dificuldades mais sentidas concentra-se na dificuldade de deslocação das nossas equipas. Com o apoio da Uber, a continuidade dos trabalhos da CVP no âmbito da vacinação será facilitada e vai permitir chegar de forma mais rápida e mais segura onde de facto somos precisos», reforça Susana Marques, secretária-geral da Cruz Vermelha Portuguesa,

Esta parceria faz parte do compromisso global da Uber em fornecer 10 milhões de deslocações gratuitas ou com desconto para ajudar a garantir que o transporte não seja uma barreira para a aplicação da vacina contra a Covid-19.