Family Alive


06 Jan
06Jan

Atividades ao ar livre em família reduzem problemas de saúde e melhoram o bem-estar familiar.

O estudo «O Papel da Motricidade Humana na Promoção da Saúde, Resiliência e Coesão Familiar», da autoria de Susana Garradas, levou à conclusão de que as atividades de ar livre em família ampliam o bem-estar familiar e reduzem os problemas de saúde dos respetivos membros. O trabalho foi conduzido no âmbito do curso de doutoramento em Ecologia Humana, sob os auspícios da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, e teve como objetivo identificar as diferenças entre as famílias – com filhos em idade escolar – que praticam e não praticam atividade física conjunta, nomeadamente no que diz respeito à saúde, ao rendimento escolar e ao bem-estar familiar.

O inquérito foi divulgado através de dois agrupamentos de centros de saúde da Grande Lisboa: ACES Amada-Seixal e ACES Lisboa Ocidental e Oeiras. Os questionários validados permitiram constatar que 85% das pessoas dizem ter disponibilidade para a prática de atividade física em família ao ritmo de uma ou mais vezes por semana. Apesar disso, a atividade física de ar livre em família – tanto de forma espontânea como acompanhada por um professor – continua a ser uma prática pouco comum,  evidente que, nos casos em que ela acontece, exerce uma influência positiva no sucesso escolar das crianças e dos adolescentes. 

O estudo, que cruza a motricidade humana com as matérias de carácter sociológico, introduz como inovação a análise da atividade física em família enquanto motor do desenvolvimento humano numa perspetiva sociocultural. Procura promover a saúde, mas estimular a performance relacional entre os vários membros da família.

A generalidade das mudanças societárias conduzem à escassez do tempo e, por outro lado, a soluções mais imediatas no dispêndio do que resta, favorecendo um comportamento sedentário e com riscos para a saúde. Tendo em conta que a família representa um espaço adequado à transmissão de valores e ao fortalecimento de vínculos, a prática de atividade física pode constituir uma forma privilegiada de incrementar o tempo passado em conjunto e, consequentemente, de promover a comunicação pais/filhos, o divertimento e a melhoria da saúde física e mental. 

Em função dos resultados do estudo, e com o intuito de contribuir para a aplicação prática do conhecimento teórico apresentado, foi elaborado um Guia de aAtividade Física em Família, que poderá ser descarregado gratuitamente em www.familyalive.eu. O júri constituído para a prestação de provas da tese considerou o trabalho especialmente importante, reconhecendo o seu contributo potencial para a sustentabilidade social e da saúde pública.

Nessa sequência, está a ser realizado um estudo de pós-doutoramento: Famílias Ativas –empreendendo saúde, resiliência e coesão familiar sob a orientação da Professora Doutora Iva Pires, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Adilson Marques, Faculdade de Motricidade Humana.

A operacionalização deste conhecimento científico torna-se agora ainda mais relevante, perante a situação de pandemia e confinamento que atravessamos onde é premente inspirar e guiar as familias a fortalecer ao máximo a sua saúde, resiliência e coesão familiar. 

Para esclarecimentos adicionais, a autora está disponível para contactos através do endereço susanamartinsgarradas@gmail.com.

Guia Prático de Atividade Física em Família