Imprensa Nacional reedita coleção solidária “Espécies ameaçadas”


11 Dec
11Dec

No âmbito das publicações da Lisboa Capital Verde Europeia 2020, e numa parceria assumida entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Imprensa Nacional - Casa da Moeda, a coleção infantojuvenil “Espécies Ameaçadas” foi reeditada, com dois livros novos a juntarem-se à coletânea.

O mais recente título desta coleção foi dedicado ao “Príncipe dos Mares, o Golfinho-Comum”, que se veio juntar a “Sou o Lince-Ibérico – O Felino Mais Ameaçado do Mundo”, “Rainha dos Ares – A Águia-Imperial-Ibérica” e “Eu Sou Lobo, o Rei da Floresta”. Estes últimos, todos integrados no Plano Nacional de Leitura, encontravam-se esgotados. 

A Imprensa Nacional e o Museu Casa da Moeda editam, desde 2016, uma coleção infantojuvenil que pretende sensibilizar, pela via do conhecimento e da educação, o público mais jovem para matérias tão importantes, como a proteção das espécies em perigo de extinção. 

A coleção «Espécies Ameaçadas», assim denominada, além de zelar pela preservação das espécies em perigo em Portugal conta com conteúdos de elevado rigor científico, muito apelativos e didáticos, e a que se junta uma importante vertente solidária: parte das receitas da venda destes livros revertem a favor do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. Todos os livros têm uma sobrecapa que se transforma num magnífico cartaz.

A par destas edições foi igualmente produzida uma moeda alusiva a cada espécie, cuja receita, tal como a do livro, reverte uma parte para o Fundo para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade, gerido atualmente pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

“Príncipe dos Mares, o Golfinho-Comum

”Esta é a história do golfinho-comum, o delfim dos mares, contada pelo próprio para nos lembrara todos o quão importante é defender os oceanos e os que neles habitam. O texto é de Pedro Goulão e as ilustrações de Tiago Galo.


“Sou o Lince-Ibérico – O Felino Mais Ameaçado do Mundo”

Esta é a história, em tom de documentário, do felino mais ameaçado do mundo. De forma muito clara e bem-humorada, são abordadas aqui questões mais prementes que se levantam em torno desta espécie natural da paisagem ibérica. Conta com texto de Maria João Freitas e ilustrações de Tiago Albuquerque e Nádia Albuquerque.


“Rainha dos Ares - A Águia-Imperial-Ibérica”

Considerada a mensageira entre deuses e humanos, a águia sempre impressionou a Humanidade pela sua magistralidade como rainha dos céus. A Águia-Imperial-Ibérica é uma das aves mais raras da Europa. Só faz ninho nalgumas regiões da Península Ibérica e, durante três décadas, foi considerada extinta em Portugal. O texto é de Carla Maia de Almeida e as ilustrações de Suza Monteiro.


“Eu Sou Lobo, o Rei da Floresta”

O Lobo-Ibérico, o maior predador português, é diferente de todos os outros. Vive apenas a oeste dos Pirenéus e é uma espécie protegida em Portugal desde 1989. Esta história permite conhecer mais sobre esta espécie ameaçada, a sua proteção, os seus hábitos e família. O texto é de Ricardo J. Rodrigues e as ilustrações de Susana Diniz e Pedro Semeano.