“Psicologia da Pandemia”


16 Mar
16Mar

Chama-se “Psicologia da Pandemia” é o novo podcast de Joana Amaral Dias, o primeiro e único podcast em Portugal sobre a Covid-19 e a saúde mental. Disponível na plataforma Kobo, cada episódio é uma conversa de 45 minutos com outro colega da área, para trocarem ideias e darem dicas a quem os escuta. Em tom informal, os temas vão do medo da morte até ao impacto sobre as crianças ou os adolescentes, passando pelos efeitos do fecho de espaços públicos e o processo de luto condicionado.

A série de 12 episódios conta com a psicanalista Maria Belo, uma das convidadas, embora o podcast junte nomes como o psicólogo e psicanalista, António Alvim; a psicóloga clínica e psicoterapeuta Ana Passos Ramos; a psicóloga escolar Teresa Mota; a psicóloga Ana Conduto e o psicólogo clínico Paulo Sargento. A conversa entre os dois profissionais pode abordar temas como o luto e os rituais fúnebres se alteraram, o facto de a pandemia ter fragilizado ainda mais os mais frágeis e a forma como os mais velhos estão a lidar com a quarentena e as restrições impostas.

“Psicologia da Pandemia” contraria, segundo Joana Amaral Dias, “o ataque à capacidade de pensar imposto pelo medo, procurando abrir linhas de reflexão, de capacidade crítica e chegar a soluções neste tempo histórico de confinamento”. Em Março de 2020, a psicóloga lançou, com enorme sucesso, o podcast “Psicopatas Portugueses”, onde contava alguns dos crimes mais hediondos cometidos em Portugal, com base no livro “bestseller” “Psicopatas Portugueses – 13 histórias reais de morte, perversão e horror”, editado pela Oficina do Livro em 2019.

Joana Amaral Dias é psicóloga clínica, professora universitária, ativista e autora de várias obras, nas quais emprega as ferramentas e os conhecimentos da Psicologia e da Política para ler e interpretar o mundo. É, por exemplo, o caso de Maníacos de Qualidade (2010) no qual traça psico-biografias de vários vultos da sociedade portuguesa, ou O Cérebro da Política (2014), onde analisa a forma como a personalidade, a emoção e a cognição influenciam as escolhas políticas. É atualmente colaboradora da TVI. “Dilúvio Sem Deus”, sobre as cheias de 1967, é o título do último livro de Joana Amaral Dias editado pela Leya/Oficina do Livro.