Sporting CP apresenta “Cidade-Museu” com espaço para desporto, arte e tecnologia


30 Mar
30Mar

Cidade Sporting. É este o projeto que o Sporting Clube de Portugal tem na manga e que passa pela construção de um espaço em torno do Estádio José Alvalade e do Pavilhão João Rocha com diferentes valências. O desporto será um dos pilares, mas também a arte e a tecnologia, criando uma “Cidade-Museu”.

A primeira fase do projeto está marcada para Maio, com a criação de uma artéria verde que irá unir os dois edifícios principais do clube. No mês seguinte, será criado um campo de basquetebol e um parque de skate junto ao estádio, com direito a arte urbana para adicionar uma dimensão cultural e estética. 

“Estes espaços ainda estão a ser desenvolvidos e serão idênticos a vários que já existem pelo Mundo fora, nomeadamente nos Estados Unidos da América, onde a arte urbana se faz sentir em maior escala, com estes desportos a serem também muito praticados”, indica o Sporting CP em comunicado.

Toda a Cidade Sporting está a ser planeada em colaboração da Câmara Municipal de Lisboa (CML), nomeadamente através do Gabinete de Arte Urbana (GAU), e com a Junta de Freguesia do Lumiar, em linha com a celebração da Lisboa Capital Europeia do Desporto 2021.

André Bernardo, membro do Conselho Diretivo do Sporting Clube de Portugal, adianta ainda ao Jornal Sporting que o novo projeto parte do hub desportivo que já existe para criar também um hub cultural e, mais tarde, um hub empresarial.

«Nós, com este projeto, vamos criar um espaço que vai ter várias dimensões, além da desportiva, que já disponibilizamos, atraindo as pessoas à prática desportiva de forma lúdica em espaços abertos, dando dinamismo a zonas que hoje não o têm, mesmo em dias de jogo. Ao mesmo tempo ‘pintando’ esses espaços com as melhores referências artísticas e tecnológicas, de forma a que, no seu conjunto, sejam também uma referência e uma atração do ponto de vista cultural», explica André Bernardo.