MEO junta pessoas reais à mesa de Natal


18 Nov
18Nov

Este ano, a campanha de Natal da MEO não é protagonizada por Cristiano Ronaldo nem por nenhum dos outros embaixadores da marca. A marca uniu-se à Fundação Altice para uma campanha que pretende promover a inclusão social através de cinco narrativas protagonizadas por “pessoas reais”.

Benedita, Viviane, Pilar, Ester e Francisco são as pessoas que dão a voz e a cara na nova campanha da marca de telecomunicações, que tem como  objetivo sensibilizar para temas como a comunidade transgénero, a crise dos refugiados, a trissomia 21, a adopção ou a terceira idade.

A nova campanha dá, assim, continuidade ao movimento iniciado pela marca em 2018, de “humanizar” a sociedade através da tecnologia, e reforça o pilar estratégico da proximidade. «Este ano, queremos despertar consciências para um outro lado do Natal: para aqueles que não têm a oportunidade de passar a ceia em família. É um Natal de recomeços, este que queremos dar a conhecer», sublinhou esta manhã Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal, durante a apresentação da campanha.

De acordo com o responsável, tendo em conta o contexto pandémico, a marca decidiu afastar-se da lógica comercial do Natal, para dar palco a causas sociais. E espera “inspirar” outras marcas a seguirem o mesmo caminho. «Assumimos o compromisso de abraçar causas fraturantes da sociedade porque não esquecemos o nosso lema – ligar as pessoas à vida. Na Altice Portugal e nas nossas marcas vamos continuar a dar tudo por um Portugal de futuro», reiterou.

A campanha arranca com um filme genérico criado em take único, que juntou à volta da mesa pela primeira vez todos os protagonistas. A esse filme juntam-se mais cinco spots que contam ao pormenor a história de cada um. Tudo isto irá culminar num documentário que contará o percurso completo de todos os protagonistas, com estreia marcada para 1 de Dezembro no canal 79 da MEO e no site da marca. Já a banda sonora dos vários filmes ficou a cargo de Carolina Deslandes, a embaixadora de causas da MEO.

Já sobre a decisão de não incluir na campanha deste ano os restantes embaixadores da marca (como Cristiano Ronaldo ou Miguel Oliveira), João Epifânio, Chief Sales Officer/B2C da Altice, lembrou que estes «continuam a fazer parte da estratégia de comunicação e estarão em campanhas futuras». No entanto, entenderam «que este era o momento de contar histórias reais de pessoas que simbolizam aqueles que são os maiores desafios atuais da sociedade». De resto, revelou que mais de metade do budget de comunicação da marca para este Natal será direcionado para causas sociais e não para ações promocionais.