IKEA Portugal apoia 10 mil crianças com brinquedos e material de estudo


24 May

Focada em ajudar a criar um melhor dia a dia para a maioria das pessoas, a IKEA Portugal iniciou a segunda-fase da sua estratégia de apoio comunitário em resposta à crise Covid-19, agora focada em crianças que se encontram em situações familiares vulneráveis, e que irá apoiar 10 mil crianças em Portugal, entre 0 e os 10 anos.

Depois de uma primeira resposta de apoio, com donativos às entidades que combatem a epidemia na linha da frente e aos grupos de risco mais vulneráveis a este vírus, a IKEA Portugal deu início à segunda fase da sua estratégia que pretende ajudar as comunidades locais a ultrapassar a situação difícil que atravessamos e combater as desigualdades que se acentuam em períodos de crise. Através da entrega de mais de 66 mil artigos, a marca irá apoiar 10 mil crianças em Portugal.

"Temos consciência que, nesta fase, as famílias que vivem no limiar da pobreza em Portugal estão numa situação ainda mais complicada. Muitas vezes com várias crianças em casa, sem as condições ideais para elas brincarem, aprenderem e se desenvolverem. E é precisamente esse o foco da IKEA Portugal com este projeto, proporcionar momentos de brincadeira a estas crianças, por um lado, e também permitir aos mais velhos que tenham acesso a melhores condições de estudo", explica Ana Barbosa, responsável de sustentabilidade da IKEA:

Para cumprir esta visão, a IKEA Portugal está a criar uma rede de parceiros locais, nas áreas geográficas próximas das Lojas, que irão permitir a distribuição de kits de brincadeira e aprendizagem, constituídos por produtos IKEA adaptados a diferentes faixas etárias. Para além de diferentes tipos de brinquedos, está também a ser incluído material de estudo para que crianças possam ter uma zona de estudo adequada e confortável nas suas casas.

A seleção e o envio destes kits estão a ser realizados em parceria com cerca de 100 instituições de solidariedade social - para identificar as famílias mais vulneráveis que agora se encontram com maiores dificuldades financeiras e para lhes fazer chegar esta oferta - de forma a apoiar as crianças que perderam as atividades escolares e, com isso, a possibilidade de terem as condições mínimas para brincar e estudar.

"A IKEA Portugal já tem vindo a assumir um forte compromisso com o desenvolvimento infantil e com a brincadeira através de diversas iniciativas, como o projeto "Vamos Brincar na Escola", que incentiva a uma maior e melhor brincadeira nas escolas. No entanto, a crise que estamos a viver exige um apoio mais direto às famílias vulneráveis. E é isso que estamos a fazer, com a ambição de ajudarmos a combater as desigualdades que esta pandemia acentuou e de proporcionarmos a estas crianças um crescimento saudável", conclui a responsável.