Pais podem agora evitar afogamentos acidentais dos seus filhos


14 Aug

De acordo com a Associação Para a Promoção da Segurança Infantil, o afogamento em Portugal é a segunda causa de morte acidental nas crianças. O maior problema é que este tipo de acidentes acontece de forma demasiado rápida e silenciosa. No resto do mundo, o afogamento é a terceira causa de morte acidental.

Foi com base nesta estatística que nasceu o Wuanap, um dispositivo inventado pelo surfista espanhol Ignacio Cuesta que já se viu numa situação de afogamento quase fatal há quatro anos, quando estava a surfar na costa da Cantábria, em Espanha. “Todos os anos morrem mil pessoas por dia devido a afogamentos”, refere o criador no vídeo de apresentação do produto.

Mas este cenário pode mudar. O WUANAP é um colar salva-vidas que impede o afogamento. É um colar de neoprene que se coloca e tira do pescoço através de um felcro. Pode ser usado em qualquer atividade na água, exceto no mergulho. Há tamanhos para crianças (desde os três anos) e para adultos, em várias cores.

E como funciona? O colar salva-vidas tem vários sensores e um algoritmo que se baseia na forma como o nosso corpo se move. O Wuanap ativa-se automaticamente no caso de o utilizador ficar inconsciente, se lesionar no pescoço, ficar preso (numas rochas, por exemplo), tiver um ataque de pânico, uma convulsão (como acontece com a epilepsia), estiver demasiado tempo debaixo de água (na app terá introduzido previamente o seu tempo de apneia) ou ativar o dispositivo à mão.

Assim que é ativado, o colar transforma-se num misto de airbag e bóia, fazendo com que a sua cabeça fique à superfície para que possa respirar, mesmo que esteja inconsciente. Além disso, a app do dispositivo mostra-lhe quanto tempo praticou a sua atividade favorita, quantos metros percorreu e outras informações úteis.

Uma vez aberto, o Wuanap não pode voltar a ser utilizado. O dispositivo será comercializado a partir de maio de 2021. Por enquanto, está em fase de financiamento através da plataforma de crowdfunding Indiegogo.

Até lá, poderá reservar algumas unidades com desconto especial. Um colar para criança fica por 70€ (em vez de 150€) e uma versão para adulto custa 99€ (depois será 280€). O objetivo da campanha é chegar aos 150 mil euros para conseguir colocar o produto no mercado.

VEJA AQUI AS CARACTERÍSTICAS