Snacks portugueses feitos de leguminosas chegam às lojas da Auchan e Galp


12 Dec
12Dec

Snood Foods, o primeiro snack feito com leguminosas criado no Porto, conquista as prateleiras das lojas francesas e da marca energética.

Depois do Pingo Doce, Go Natural e loja online própria, a Snood Foods, criadora da Bean’Go, os primeiros snacks naturais feitos de leguminosas, continua a crescer e chega a novos canais de venda. Com o objetivo de promover o consumo de leguminosas junto de um maior número de portugueses, a marca estará disponível nas lojas de Auchan Retail Portugal e nas lojas Tangerina presentes nas bombas de gasolina da Galp.

A chegada aos novos pontos de venda está em linha com o plano de expansão da marca portuguesa em grandes superfícies que apostam em secções de alimentos alternativos e saudáveis. Do grão ao feijão, nas prateleiras das lojas Auchan e Galp estarão disponíveis quatro formas diferentes de saborear leguminosas, sem glúten, corantes nem conservantes: grão-de-bico com sal, ervilha com sal, feijão com manga e pimentão e grão-de-bico com tomate e orégãos.

Alexandre Santos, CEO da Snood Foods explica que, “dada a sua importância nutricional, queremos que mais portugueses consigam incluir uma maior quantidade de leguminosas na sua dieta, de uma forma saborosa, conveniente e rápida. Como tal, temos uma grande ambição de ter os nossos snacks em diferentes canais de venda. Ficamos muito contentes por nos juntarmos a mais dois gigantes da área de retalho, pois estamos realmente a diversificar as suas ofertas com um produto único no mercado”.

Os snacks da Snood Foods estarão disponíveis em mais de 60 supermercados das lojas Auchan e Galp. Em termos nutricionais, apresentam menos de 99 calorias por pack, 2,5x mais proteínas, 50% menos gordura, 40% menos sal, e 2,8x mais fibras do que outras opções disponíveis no mercado.

As leguminosas são alimentos extremamente completos e uma excelente fonte de proteína, fibra, minerais e vitaminas B, com vários benefícios para a saúde. Em termos nutricionais, a inclusão de leguminosas na dieta está associada à redução do colesterol LDL e à redução do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.