lado a lado


lado a lado

Ia uma menina a passar e o Tempo perguntou-lhe:
- Aonde vais?
E a menina respondeu:
- Vou até à boca da noite
Perguntar-lhe os seus segredos
Que me há de ela contar
Quero vencer os meus medos
Para a noite alumiar.
Ia uma mulher a passar e o Tempo perguntou-lhe:
- Aonde vais?
E a mulher respondeu:
- Vou seguir o meu caminho
Que me veio hoje buscar
Tenho sede de viver
A fonte hei de encontrar
E soltar os meus cabelos
Para o sol enamorar
Como as folhas nos ramos
Se prendem para dançar.
Ia uma velhinha a passar e o Tempo perguntou-lhe:
- Aonde vais?
E a velhinha respondeu:
- Vou prender os meus cabelos
Para o sol me recordar
Como nos ramos as folhas
Se prendem para dançar.
Depois, vou à boca da noite
Devolver-lhe os segredos
Que um dia me deu para guardar
Aprendi tanto na vida
Conheci todas as flores
Dos nomes já me esqueci
Para me lembrar de ti
E agora sei,
Tempo
Que vou para aonde tu fores.

ilustração de Paula Vaughan

lado.a.lado