lado a lado


lado a lado

Todos nós somos semeadores. A nossa vida é o terreno que vamos cultivando. Nem sempre o que deitamos nesse terreno dá o fruto que esperamos, às vezes há chuvas repentinas que nos molham por dentro e não é fácil vir à tona do desespero. Mas é assim a vida de um semeador, não pode escolher as tempestades que quer enfrentar. Pode, no entanto, escolher as sementes que deita à terra. Pode escolher deitar à terra sementes de luz e de conforto, e não sementes de discórdia ou de inveja. Pode escolher deitar à terra sementes como aves e fazer voar a esperança. Pode escolher deitar à terra sementes como barcos e fazer navegar o sonho. Pode escolher deitar sementes como canções e fazer ouvir o coro universal do amor. Pode escolher. Aquilo que pode escolher será a forma como a terra o recordará.

lado.a.lado