lado a lado


lado a lado

A palavra que mais tenho ouvido ao longo da minha vida é Mãe. Mãe, chega aqui. Mãe, onde estão as minhas calças? Mãe, o que é o almoço? Mãe, posso ir dormir a casa da Rita? Mãe, a Rita pode vir dormir comigo? Mãe, posso dormir contigo? Mãe, dói-me a barriga. Mãe, cheiras tão bem. Tens a pele tão macia. A palavra Mãe não é só uma palavra. É o nome que recebemos quando nos nasce um filho e é esse que fica registado para sempre no coração dos dois. O coração é um bilhete de identidade vitalício e o amor entre pais e filhos nunca caduca. Nem ensurdece. É por isso que acontece não ouvirmos quando nos chamam Ana, Maria, Isabel, Catarina, Elisabete, Cristina, Inês, Luísa, mas ouvimos sempre quando nos chamam Mãe.

lado.a.lado