lado a lado


lado a lado
Não guardes para ti o que tens para dar. Não fiques com o que podes oferecer. Não finjas que não sabes a diferença que o teu sorriso pode fazer. Não penses que alguém fará por ti ou dirá por ti as palavras que só a ti cabem dizer. Não ponhas de parte o que pode partir de ti nem deixes ficar o que só precisa de ir ao encontro de quem está à espera. Não cales o silêncio que é necessário para ouvir nem silencies as palavras que alguém necessita de escutar. Não sabes o que ficará sempre por saber. Por isso, faz o que podes para que alguém possa voltar a acreditar que também consegue. É só seres tu. Não é preciso mais nada e nada pode tanto. Ninguém pode existir no teu lugar. 

ilustração de Javier Nieto