VOU TE Contar


VOU TE Contar
Só por hoje, eu quero desaprender.
Me desconstruir pra me fazer de outro jeito.
E deixar que a enxurrada leve embora os velhos conceitos, as antigas ideias e as coisas que me disseram, e que  eu, sem opção, me agarrei como se fosse a minha última tábua de salvação.
Eu quero desaprender pra ser criança outra vez, e pintar o chão com giz, e desenhar um sorriso feliz, e encher de cor meu lugar quando o sol não aparecer.
Só por hoje, eu quero desaprender.
E perder minha bússola pra descobrir outros caminhos, perdoar minhas fraquezas, aceitar meus fracassos, entender meu desassossego.
Eu quero desaprender.
Só por hoje. 
E mudar as coisas de lugar, mudar as coisas aqui dentro, desalinhar os pensamentos, desarrumar o cabelo, quebrar o velho espelho que já não reflete quem sou.
E assim, bem devagar, respeitando o meu tempo, ir me recompondo aos poucos, respeitando os meus silêncios e os meus dias sem inspiração.
Eu quero desaprender.
Só por hoje...
-Eunice Ramos