VOU TE Contar


VOU TE Contar
Quase sempre, carregamos vida afora, feridas mal saradas que sangram infinito no campo das nossas emoções, no terreno mais profundo dos nossos sentimentos.
Foram frases, palavras ditas por alguém que as esqueceu segundos depois, mas que, para nós, foi uma lança certeira no coração, tirando-nos a vida, o fôlego, o brilho no olhar. Não é assim?
E nos ferimos de novo, de novo, de novo e de novo todas as vezes que colocamos esse sentimento acima de todos os outros, dentro de nós, quando o rejeitamos, quando tentamos a todo custo nos livrar dele, tamanha é a nossa dor, indignação e desconforto.
Construa casas para suas emoções, porque todas elas, embora não pareça, são importantes no processo da reinvenção, desconstrução e reconstrução daquilo que somos.
Olha pra dentro de você, organiza seu interior, abraça seus sentimentos. Logo ali, no tempo que te espera, perceberá que, o que hoje lhe fere a alma, será apenas retrato de um dia mau, cicatriz de um joelho ralado na infância, que já não sangra, já não dói, mas você se lembra.
Vamos falar sobre isso?
Qual a frase que você ouviu e que ainda te machuca?
-Eunice Ramos