15 Jan
15Jan

Das entradas aos pratos principais, tudo passa pelo bacalhau. É o ingrediente de eleição no novo restaurante do Amoreiras Shopping, em Lisboa. Chama-se ÀLasca e oferece duas possibilidades para fazer a refeição: ou numa sala própria do espaço; ou então (para algo mais rápido), na zona do food cout do centro comercial.

O projeto é do mesmo grupo responsável pel’A Casa do Bacalhau, pelo Via Graça e pelo 9b, todos em Lisboa. Como se percebe, um dos peixe mais consumidos em Portugal não é algo novo para os responsáveis que decidiram apostar pela primeira vez num restaurante de shopping.

O fornecedor do bacalhau, tal como noutros conceitos do grupo, é a Caxamar. No menu que é preparado para a zona do food court o cliente começa por escolher como quer o gadus morhua: se em lombo (200 gramas); em forma de pataniscas (três unidades); ou pastéis (também três unidades). 

Depois escolhe o acompanhamento. Pode optar entre risotto de espargos, arroz de tomate, puré de cítricos e cenoura, batatas salteadas com grelos ou uma salada de grão e presunto. Tem ainda a hipótese de juntar um molho (como a maionese de alho ou caril), e ainda toppings (cebola frita, crumble salgado, amêndoas, ou picles). Este prato custa a partir de 11,90€. 

Já na sala do restaurante, o menu muda, mas o foco no bacalhau mantém-se. Neste caso, depois do couvert, pode seguir para o pão de alho com pasta de bacalhau, as bochechas de bacalhau fritas com maionese de lima ou umas simples pataniscas.

Já nos pratos principais a escolha faz-se entre o bacalhau com broa, batata e grelos; o bacalhau com natas; à Brás; à Zé do Pipo; à lagareiro com grelos e batata a muro; ou cozido.

A decoração no interior é inspirada nas tascas e tabernas portuguesas (com azulejos nas paredes e mesas de pedra), mas numa vertente mais contemporânea. O restaurante vai estar aberto todos os dias e aceita reservas (215 888 179) para a sala interior.